why are you my clarity? | welcome ask random submit b-bye
“Caso não floresça,
a gente suborna a primavera.”
- Alugue Felicidade.
Se vier, venha com cem por cento de certeza. Por que dúvidas, já bastam as minhas.
Writing is a fight. Most of the time, it won’t come out easy. Words are hard to find. ‘Cause words reflect pain. And it is never simple express this pain.
I won’t beg someone to love me. I learned long ago that there is no use in hopeless pleas of trying to make someone stay. I am too good to chase someone who does not know my worth and I am too wild to keep waiting for someone who doesn’t acknowledge my value. I want to be loved unconditionally. I shouldn’t have to fight so hard for it. I do not have the time to prove to someone that I am worth it. I shouldn’t have to prove any of that; I am worth more than that.
Eu tentei. Do meu jeito, mas tentei. As vezes só se precisa conversar, e as pessoas não parecem entender isso. Quem realmente quer, age de maneira diferente.
Não queria ser assim, não queria viver nessa intensidade mas é meu jeito. Quando eu gosto, é pra caramba, é demais, eu sou assim. Não sei ser menos ou pouco, eu quero você pra uma vida ou então, não quero.

c-a-n-a-r-i-o:

"Sonhe com o que você quiser. Vá para onde você queira ir.
Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida
e nela só temos uma chance de fazer aquilo que queremos.
Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades
para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E
esperança suficiente para fazê-la feliz.”

Clarice Lispector